terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Especialista ou multifuncional

O que é mais importante hoje? Ser especialista em uma área ou ser capaz de desenvolver várias funções? Tem gente que fica na mesma temática, isso sempre me preocupou, pois as oportunidades de trabalho ficam muito restritas. A pessoa que cursou Relações Públicas, pós em Assessoria de Comunicação e mestrado em Comunicação provavelmente irá trabalhar com Comunicação ou pesquisa. Será um expert no assunto, mas dificilmente estará aberto para desenvolver outros trabalhos que não sejam relacionados a sua linha de pesquisa...

É possível abrir um leque de possibilidades sem fazer uma salada de cursos, mas que tenham relações diretas e promovam novas experiências, conhecimento diversificado.

A academia precisa de especialistas, de mais pesquisa, de mais publicação, principalmente na área de comunicação, Relações Públicas então...Quanto mais se lê sobre o assunto, quanto mais pesquisas, mais questionamentos e busca por novos conceitos, novas formas de entender um campo do saber.

O mercado procura por profissionais multifuncionais, capazes de se adaptarem a mudanças e em busca de novos saberes. É preciso ter alma empreendedora, em busca de novos conhecimentos e novos desafios. O empreendedor é um visionário, aquele que consegue ver além do que está a sua frente e se preocupa com o resultado para o consumidor final.

Recordo quando fiz meu estágio do curso de Hotelaria no Castro's Park Hotel. Um experiência de curto prazo, mas que me ensinou muito. Não sei se ainda funciona dessa forma, afinal meu estágio foi há 10 anos atrás, mas é um exemplo a ser seguido: minha função era a área de eventos, mas antes de começar o estágio, tive que passar por outros departamentos. Fiquei alguns dias, passando pela telefonia, recepção, cozinha, serviço de quarto, lavanderia, restaurante, vendas....para que isso? Para entender na prática como funcionava o hotel, respeitar o trabalho dos colegas e se preciso, ser capaz de cobrir a falta de alguém em momentos de crise. 

Ser especialista ou multifuncional? Não existe certo ou errado. Depende das escolhas e do objetivo de vida, eu escolhi ser multifuncional.



5 comentários:

Maria Cristina disse...

Adorei teu post. Eu acredito que hoje em dia é necessário ser multifuncional.

Abraços
Maria Cristina
@mariacris10

Fernanda Coelho disse...

Olá Priscila,
adorei este post!
Nós profissionais nos vemos hoje no meio de uma verdadeira salada, já que somos cobrados a nos especializar mas ao mesmo tempo, em nosso trabalho somos obrigadas a ser 1001 utilidades, e cada vez mais vejo que este é um problema que está longe de ser resolvido!

Beijo!!!

relacoes disse...

Priscila,

eu acho que ser multifuncional é ótimo, mas tenho lido alguns artigos de gurus em gestão de pessoas que dizem que empresas tem preferido pessoas mais focadas, isso pq as multifuncionais acabam perdendo o foco de seus objetivos.

Levando isso pras "gerações", azar dos Y e Zs... que, cada vez mais, são multitarefas....

Agora não sei mais o que quero ser :-S rsrsrs

Pedro Prochno
http://relacoes.wordpress.com
@prochno

laira cristina disse...

Bom questionamento, depende de cada situação. Mas não tem jeito acho que ser Relações Públicas é ser Multifuncional...rs

Priscila Borges disse...

Maria Cristina, Fernanda, Pedro, Laira

Agradeço os comentários, com certeza é um tema que estamos sempre pensando a respeito.

Tanto pelo que vivemos no dia a dia, quanto pelo que temos lido de novas tendências...e assim a gente vai buscando o melhor caminho.

Abraços

Postar um comentário

 
Design by Jorranes Rocha | - |